SINAIS

que sombra desce
pelas janelas de vidro
na chuva a queimar
corações e desertos?

tenho asas de olhar
Oriol Jolonch - meiaseis.com
além do estabelecido
desse determinismo
que a tudo devora?

e dessa mornidão
a esterilizar sonhos
nos é possível fugir?
quantos ainda creem?
                                           
enfrentar dragões
plantar trigais na lua
beber desse vinho
macerado na vida...

nada do que faça
me tornaria outro
dos que agora vejo
a esperar um sinal,

enquanto se celebra
em templos de névoa
o cerimonial vazio
das nossas dúvidas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FILME NOIR

MENSAGEM NA GARRAFA

AO DESTINO