PAISAGEM

fragmentos de nenhum
plenitudes de migalhas
e sabor de poucos azuis,

minha paisagem cruza
dos contornos do agora
Pano Branco by João Carlos
in www.blckdmnds.com
às espacialidades  nuas,

transpondo os mundos
e os revirando em mar
de um imergir miragens,
                         
lançando-se ao absorto
para colher das estórias
a que não será contada,

sei pouco de horizontes
e paralelos e contrastes
nesse olhar de sombras,

minha voz é do silêncio
carcereiro das palavras
que não alcanço libertar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM NA GARRAFA

VIDÊNCIA

O EQUILIBRISTA