MISTÉRIO

é chegada a hora
e todos a supõem
completa, em dias
tempos, e razões,

embora a chuva
nem tenha caído
e nem a lua polido
seu ventre de luz,

- para que olhos
se não vemos lá
esse além de nós
que jamais está?

para que existir
- grito às pedras,
tardias de saber -
se não ousamos?

e diz-se de mares
e terras e nuvens
onde se entornam
deleites à fartura,

e diz-se de céus
cujos astros guiam
os anjos perdidos
que não sonhamos...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FILME NOIR

MENSAGEM NA GARRAFA

AO DESTINO