FONTE

É isso que fica de saltar a alma
em quanta paixão que ainda há

e tantas que sempre vão emergir
e ser vastidão sem definir o mar,

É isso que se faz nos caminhos
ouvir o vento que a tudo silencia

vestir terra ou desnudar o regato
e ser tempo, sem assomar o dia,
                    
Ou se terá a medida do imenso
nos territórios que ainda somem

números que possam quantificar
tudo o que infinda ser o homem,

Tudo, exceto as asas do beija-flor
que têm esse jeito de viajar além

e atravessam universos, na fonte
do movimento, do átomo e da cor.

Comentários

  1. Que belo!!!!

    "Tudo, exceto as asas do beija-flor
    Que têm um jeito de viajar além!

    Poesia!! Ah! poesia!!!!
    Parabéns J.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! São sempre bem-vindos seus comentários e críticas! Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Comente os textos, suas críticas são bem-vindas e sugestões também. Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

ALÉM DA JANELA

CORRENTEZA

INÍCIO E FIM