PRESENÇA


uma vez, esqueci
num canto de sala
uma palavra

revirei gavetas, o lixo
arquivos, verões
baús, e portfólios

procurei em curvas
guetos, alcovas...
sem gemido ou sono 
                                                                              
afundei em oceanos
cavei em galáxias
e cafés de esquina

uma palavra
nada mais que isso
e jaz nua, aqui dentro.


PRESENCE


once forgot

a corner room
a word,

rolled drawers, trash
files, summers
chests, and portfolios,

searched curves,
ghettos, alcoves ...
without whimper or sleep,

sunk in oceans
dug in galaxies
and corner cafes,

a word,
nothing more than that
and lies exposed, in me.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEM PALAVRAS

CORAGEM

GIRASSÓIS