NÉCTAR

assim distante, quanto próximo
e silencioso, quanto tonitruante
quero voos - mais que altitudes
  Eikoh Hosoe by www.culturainquieta.com
quero revés – mais que sentido,

a rua transversal, a cor terciária
a mistura ácida, a viuvez do dia
a ferocidade inútil de borboletas
no ópio de cores imperceptíveis,

quero o oblíquo do imprevisível
dessa lâmina na órbita do olhar
corte a despir a carne do sonho
um deleite de jamais adormecer.

Comentários

Postar um comentário

Comente os textos, suas críticas são bem-vindas e sugestões também. Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM NA GARRAFA

FILME NOIR

VIDÊNCIA