MIGRAÇÃO

e veio-me dizer isso
antes das palavras
esse vento descalço
que anda nu pelo ar,

feito um imprevisto
uma janela no olho
no cenário invisível
da vista que não há,

passou brando e foi
interpondo o agora
e nas veredas deixa
ecos nos caminhos,

e a palavra em fuga
é caminho de névoa
nesse voo sem rumo
de almas sem ninho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEM PALAVRAS

CORAGEM

GIRASSÓIS