REFLEXÃO

ainda vou viver muitas vidas
sem que possa me entender
com esse mistério que flutua,

como se mar nem houvesse
ou o que se tinha por mares
Amandine Van Ray - meiaseis.com
fosse somente a palavra nua,

queria deter o que soubesse
daquilo que se chama tempo
sem que disso haja o sentido,
                                        
pois o que há é luz, e escuro
num mundo de cor e sombras
em que sempre andei perdido,

é ainda o mistério que marca
com ferro em brasa e sangue
a asa mutilada que me tatua,

não há voos nem sobre o mar
nem a sobre a lua devastada:
- viver abisma na palavra nua...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALÉM DA JANELA

CORRENTEZA

INÍCIO E FIM