URGÊNCIA

daquelas palavras ouviam-se corais
e intumescências,

labirintos aquáticos, transparências  
de antes da evolução,

Sarah Treanor - meiaseis.com
naquelas palavras rastros dos seres
sem genoma traduzível,

e as umidades das eras feito poeira
a pulsar contrafação,
                                
eram palavras selvagens como a ira
dos fogaréus míticos,

a desafiar a longevidade dos ermos
e o silêncio dos vulcões,

eram palavras como garras de leoas
a dilacerar temporais…

cujo significado urgia da premência 
que já não sei mais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEM PALAVRAS

CORAGEM

GIRASSÓIS