A VIDA SECRETA DAS PALAVRAS

Dizem que vagam em
cardumes
num mar onde coisas
mudas
ditam os seus últimos
alentos,

Já viram o seu corpo
de harpia
as asas sem tamanho
presumível
a cravar suas garras
nos ventos?

E vivem do seu modo
secreto
guardando as névoas
distantes de
mundos que ninguém
imagina,

Alguns lhes estudam
os mistérios
sem jamais atingirem
um sentido
na busca que jamais
termina,

Os loucos a refugiam
nos olhos
a repisar pelas noites
de tortura
o sonho, sol, espinho
e a larva,

Da vida que continua
a pulsar
como o inseto amorfo
que procura
sua forma, e encontra
a palavra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEM PALAVRAS

CORAGEM

GIRASSÓIS