ELEMENTOS

não muito distante
de querer a verdade
invento os caminhos
para assim não ver,

a música das rochas
o sândalo das rezas
tempestades e anjos
o olhar em todo ser;

bem antes da noite
de se saber o mundo
me reservo aos voos
em tempos sem medir,

tecer outra memória
gastar os elementos
na alquimia da vida
de chegar e de partir.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALÉM DA JANELA

CORRENTEZA

INÍCIO E FIM