LENDA GREGA

Seu nome - Atina
ignoro o que dizer
do seu talhe, sua boca,
os gestos de asas
sobre as vagas da noite,

Seu corpo de claridades
me fazia despertar
de um sono de séculos
sem sonhar a vida -
- ela ria do infortúnio,

Não há nada além –
dizia entre cínica e pura,
suas mãos em arco
me queriam livrar a alma
dos sargaços de doer,

Foi a brisa ligeira
fantasia, um sal de existir
verdade e desencontro
o tempo, que leva tudo
sem avisar de partir..

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FILME NOIR

MENSAGEM NA GARRAFA

AO DESTINO