NO INÍCIO

recomeços...
e a mesma estrada
torna-se outra
por um decreto
de ainda acreditar,

Simon Siwak - meiaseis.com
recomeços...
a sala foi arrumada
o fogo crepita
sob bater forte
o fragor no coração,
                  
recomeços...
tudo pode ser igual
mas a rotina
se reinventa nova
em tons em fúrias,

recomeços...
pois urge existir
o mundo a travessia
as danças a fome
e o revide de sonhar...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEM PALAVRAS

CORAGEM

GIRASSÓIS